1940-49

Em 1941, os irmãos Eugen e Martin Hilti criam a ‘Maschinenbau Hilti OHG’, uma oficina mecânica com cinco trabalhadores em Schaan, no Principado do Liechtenstein. 

1950-59

Primeira expansão internacional: entramos no mercado italiano.

É inventado o princípio de segurança DX, uma técnica de proteção e fixação ativada eletricamente. 

Conquistamos o nosso primeiro iF Product Design Award com o Schlagdübel Gerät, o equipamento de ancoragem original.

1960-69 

Criamos o nosso modelo de vendas e marketing direto que se mantém único na indústria até hoje.  

Diversificamos a produção para desenvolver sistemas de perfuração e ancoragem.

O Centro Técnico de I&D abre portas em Schaan, no Liechtenstein.

1970-79  

Novas unidades de produção: Expandimos para a Áustria e Alemanha. 

1980-89 

Fundamos a Martin Hilti Family Trust com vista a salvaguardar os interesses da empresa a longo prazo. 

Entramos no mercado de perfuração com coroa de diamantes, parafusos de fixação e mercados de materiais químicos para a construção.  

Inauguramos um centro de desenvolvimento na Alemanha. 

Abrimos uma unidade de produção na Hungria.

1990-99

Em 1994, Michael Hilti torna-se Presidente do Conselho de Administração da empresa, enquanto que a família Hilti se afasta da gestão operacional.

Em 1996, a Martin Hilti Family Trust cria a Fundação Hilti, uma organização sem fins lucrativos. 

Mantemos a liderança na inovação no setor da construção, criando sistemas de posicionamento a laser, que se viriam a tornar comuns nas obras de construção em todo o mundo.

Abrimos uma unidade de produção em Zhanjiang, na China. 

2000–09 

Em 2000, co-fundamos a UNITECH International, um programa de intercâmbio para alunos de engenharia, com a duração de um ano. 

Em 2002, co-fundamos a International School Rheintal, que atravessa três países no Vale do Reno. 

Em 2003, assinamos o UN Global Compact, subscrevendo os seus princípios em termos de direitos humanos, laborais, ambientais e de anticorrupção. A nossa "cultura empresarial exemplar" é galardoada com o prestigioso prémio Carl Bertelsmann. 

Entre 2006 e 2009, a Fundação Hilti apoia a escavação das lendárias "cidades perdidas", como o antigo porto de Alexandria. Em resultado, realizamos a Exposição Pública dos Tesouros Submersos do Egipto, visitada por mais de três milhões de pessoas.  

Lançamos o nosso inovador serviço de Gestão de Frotas Hilti.

Abrimos uma unidade de produção e desenvolvimento em Shanghai, na China.

Inauguramos uma unidade de produção em Matamoros, no México.

Adquirimos uma participação maioritária na Bhukhanvala Diamond Systems Private Ltd, sediada na Índia.

2010

A nossa equipa de design de produtos conquista o Red Dot Design Team of the Year. 

2011

No rescaldo do terramoto no Haiti em 2010, a Fundação Hilti alia-se à Build Change, uma entidade sem fins lucrativos, para construir casas resistentes a sismos. 

2012 

Lançamos a primeira perna do nosso Centro de Inovação em Schaan, no Liechtenstein.

2013 

Abrimos o Centro Infantil Hilti em Schaan, no Liechtenstein. 

2014 

Christoph Loos assume funções como diretor-executivo. 

Os nossos primeiros engenheiros de I&D mudam-se para o novo Centro de Inovação em Schaan, no Liechtenstein.

2015 

Vencemos os mais recentes iF Design Awards e somos eleitos uma das 100 Melhores Empresas para Trabalhar pela revista Fortune. 

Somos reconhecidos pela Chief Executive como a segunda melhor empresa privada em Desenvolvimento de Liderança. 

Transferimos a nossa sede norte-americana de Tulsa, no Oklahoma, para Plano, no Texas. 

Abrimos um centro de investigação para o Hemisfério Ocidental em Irving, no Estado do Texas.